Lembra que eu falei para vocês que eu estava com novas idéias de tags e posts, então o Conhecendo lugares é uma delas.

Nessa tag nós vamos conhecer lugares, ou rever no caso de alguns, seja por causa de uma história, uma road trip desejada ou por pura viagem mental dessa que escreve haha


E no primeiro post, veremos Waterloo. E sim tem um motivo especial

Em Ligeiramente Seduzidos ( que saiu resenha essa semana) , quarto livro da série os Bedwyns da autora Mary Balogh, nós vemos Morgan , Alleyne e Gervase em Bruxelas , com a iminência de uma batalha, que seria conhecida como Batalha de Waterloo.

Nesta batalha, as forças do Império Francês sob a liderança de Michael Ney e Napoleão Bonaparte foram derrotados pela Sétima Coalizão e um exército prussiano, que se ordenaram por Gebhard von Blucher. As forças também foram derrotadas por um exército anglo-aliado comandado pelo Duque de Wellington - que no livro é mencionado, inclusive Alleyne está sob o comando dele, como mensageiro.
Duque de Wellington - Ótimo partido hein!!
Já se passaram dois séculos desde a batalha de Waterloo - em 18 de junho será 201 anos, quando o exército do imperador francês Napoleão enfrentou uma coligação de ingleses, holandeses e alemães no campo fora de Bruxelas.


Como estavam os exércitos alinhados em Waterloo (Foto: Alamy)
Waterlloo fica a 10 milhas ao sul da capital belga, ou há 16,0934 km - e a primeira vista parece muito com uma cidade contemporânea, bem normal, com muitas construções de tijolo. Mas isso é um disfarce da pequena cidade.

Sim, e por detrás dele, mostra um local onde as pessoas mais afortunadas - ou seja Rycas- que trabalham na capital costumam se reunir , além disso, a cidade é bem requisitada por muitos escritórios importantes para ter seu QG instalado, como a Mastercard.

Mas a cidade é atração turística pelos campos mesmo. E se você, um aficionado pela história como eu, e puder conhecer o local, vá. E aqui vai algumas sugestões:

A forma mais barata para visitar a Batalha de Waterloo é de ônibus. Um bilhete de um dia, a partir de Bruxelas, custa cerca de € 8,00 e cobre a viagem de ida e volta para Bruxelas, bem como as viagens de ônibus entre os locais em Waterloo. O ônibus tem ainda a vantagem de parar diretamente na frente dos lugares.

Os pontos turísticos batalha de Waterloo é mais fácil de ser explorada de carro. A ordem em que os lugares são visitados não é tão importante, apesar de que seria uma boa idéia visitar The Lion's Mound de manhã cedo ou no fim da tarde para evitar o perído do meio do dia que é mais cheio por causa dos vários ônibus que chegam.

A sinalização para o campo de batalha (Champ de Bataille) é geralmente boa. Tem estacionamento ou nas principais atrações turísticas ou bem perto, e geralmente é gratuito - \o/.

Os pontos turísticos da Batalha de Waterloo pode ser dividida em três locais:


  • A área de campo de batalha em Hameau du Lion (Hamlet do leão) com o centro de visitantes no campo de batalha ", Lion's Mound, uma enorme pintura panorâmica e um centro de visitantes com filmes.
The Lion’s Mound 
The Lion's Mound  (Butte du Lion / Leeuw van Waterloo) está a 40 metros de altura em cima de uma enorme base de ferro fundido, com cerca de 4,5 m de comprimento e altura. Foi concluída em 1826 e foi construído no local onde Willem, príncipe de Orange (e de 1840 o rei Willem II dos Países Baixos), foi ferido quando uma bala de mosquete ao ombro o derrubou de seu cavalo durante a batalha de Waterloo.

The Lion´s Mound ao fundo.
Agora se você quer ver o campo de batalha de lá de cima, de onde a vista ,segundo dizem é fantástica, você terá que enfrentar  226 degraus em uma subida bem íngreme, então coragem para enfrentar isso tudo !!

 Além disso, há monumentos e memoriais menores que estão espalhados por todo o campo de batalha. As casas de fazenda (Fermes) famosas da batalha, incluindo Mont-St-Jean, Papelotte, Belle-Alliance, Haie Sainte e Hougoumont ainda existem. O Campo de Batalha de Waterloo e a pintura panorâmica foi adicionado à lista provisória de sítios do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Hougoumonth Farm (Photo: Alamy)
  • Centro da cidade de Waterloo com o Musée Wellington (Museu no Quartel-General do Duque de Wellington) e Igreja de St. Joseph.

The Musée Wellington
No The Musée Wellington ou The Wellington Museum, os visitantes podem ver exposições em 14 quartos - principalmente organizar cronologicamente com informações sobre a batalha, assim como as guerras napoleônicas em geral. O museu utiliza uma abordagem um tanto antiquada - grande quantidade de informações e muitos monitores e gráficos. Levará horas para estudar todos os detalhes, mas a maioria dos visitantes leva em torno de 40 minutos, com um guia de áudio.

O museu tem uma grande coleção de armas, uniformes, mapas, desenhos, pinturas, cartas e outros itens relacionados com os militares no início de século 19.

Já a igreja de St Joseph, que é do outro lado da estrada do The Musée Wellington, é uma igreja com uma impressionante cúpula, tem alguns móveis de madeira esculpida interessantes, mas a principal razão para visitar é ver as mais de cem placas memoriais doados pelas famílias e amigos dos soldados que morreram durante a batalha de Waterloo.


  • E o último é o Museu da última sede de Napoleão Bonaparte ao sul do campo de batalha.

Napoleon’s farmhouse HQ (Photo: Alamy)
O Museu é na casa de fazenda onde o imperador francês passou sua última noite antes de sua derrota na batalha de Waterloo em 18 de junho de 1815. O museu tem itens pertencentes a Napoleão, bem como a mesa na qual ele jantou e desenrolou os mapas da batalha. Outros objetos relativos à Batalha de Waterloo e ao Primeiro Império Francês incluem rifles, armas, uniformes, medalhas, mapas, cartas e moedas. Este museu é mais fácil ir de carro - ônibus são raros por lá.

No jardim é um pequeno ossário com ossos encontrados no campo de batalha. A inscrição latina : Muitas vezes pelo Imperador, sempre pela Pátria. Também no jardim é um terraço do Hotel des Colonnes, onde Victor Hugo ficou em 1861, enquanto trabalhava em Les Miserables. 

Este lugar já entrou na minha lista de lugares a se conhecer. Ainda mais depois de ver tanta 

Agora, vamos a uma curiosidade, já que estamos atualizando tudo, né.

Este é o atual 9th  Duque de Wellington,Charles Wellesley.


E este é o filho dele, Arthur Wellesley, o Marquês of Douro - Sim, um marquês!!!
E sim, é casado =/


Eu casava fácil com o marquês!!! *=*

Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...