Pense em um livro muito fodástico tudão. Pois é esse Corte de Espinhos e Rosas da Sarah J. Mass , autora conhecida aqui pela série Trono de Vidro , todos lançados pela mega fofa Galera Record.

O livro tem como base a História da Bela e a Fera. Tem a mocinha encarcerada contra a vontade na mansão da fera. A fera, obviamente. A magia. A feiticeira. A biblioteca. E o amor. Acaba aí, as semelhanças. Ah e tem um jeitinho de Games of Thrones também.



No livro, conhecemos Feyre, uma garota que teve que se virar para colocar comida na mesa da família, depois que sua mãe morreu e seu pai perdeu tudo o que tinham, restando apenas um casebre, perto da floresta.

É na floresta que Feyre aprende sozinha a como sobreviver, caçar e a se defender, e também é lá que a sua vida vira de ponta cabeça. Em um dia, em que ela já não tem esperanças e está muito frio, ela acha um cervo, e quando está prestes a abatê-lo, surge um lobo, um feérico. Ela não pensa duas vezes, e atira uma flecha de freixo, a única coisa que mata os feéricos, e mata o lobo e o cervo.

Após preparar a carne para as irmãs e o pai, Feyre vai a Vila para vender a pele do lobo e assim conseguir dinheiro para poderem se manter mais um tempo. Lá uma mercenária, conta mais sobre o outro lado da Muralha.


O reino feérico é odiado pelos humanos, assim como temido da mesma forma. Uma muralha invisível, ou visível aos feéricos, foi construída, entre os dois povos ,depois da grande guerra, que foi um banho de sangue.

Mas tudo começa a mudar para Feyre, quando uma Fera, Tamlin,  entra na casa dela querendo saber quem matou o lobo, e quando Feyre se entrega, a fera a coloca em cima de um cavalo e a leva para a Corte Primaveril, devido a um Tratado antigo entre os povos, que uma vida deve ser paga por outra.

Assim, Feyre é levada até a Corte Primaveril com a sentença de nunca mais retornar ao mundo humano por causa da vida que tirou. Lá, ela descobre que Tamlin, é um Grão Senhor, ou seja , ele é o "rei" da corte dele, só que todos estão aprisionados por uma maldição que os esconde atrás de máscaras. Assim como descobre que a Fera horrenda, é um homem muito bonito e forte *=*

Feyre chega com os dois pés atrás, com ódio de todos e vivendo em um mundo que foi criada para odiar, e tentando achar brechas no tratado que a levou até lá , e para escapar, ela tenta de todas as maneiras, até mesmo se encontrar com criaturas perigosas. Afinal ela também tem uma promessa a cumprir. Mas uma vez que está lá, ela começa a se sentir mais a vontade, assim como um sentimento a mais por Tam, e as pessoas que moram lá. A magia, os lugares, quase a fazem esquecer de casa.

Mas a ameaça de ataque faz a Tamlin tomar uma decisão que pode mudar a vida dos dois. E caberá a Feyre decidir o que é importante para ela.

Chorei... Chorei por estar tão perto daquele palácio, chorei devido á necessidade de estar ali. Tudo o que eu queria estava ali; aquele que eu amava estava ali...

Feyre é uma garota que desde cedo teve que aprender a lutar para sobreviver e colocar comida na mesa, desde que sua mãe morreu e ela fez a promessa que cuidaria de suas irmãs mais velhas - olha a ironia - e que seu pai perdeu tudo e ainda por cima ficou aleijado de uma perna, depois de muito apanhar.

Suas irmãs são garotas um tanto frívolas, que não dão o merecimento devido a Feyre, o que me deixou muito revoltada, no começo, inclusive aquele pai imprestável que ela tem, que se afundou em uma auto piedade, e deixa que a caçula se vire sozinha, em uma floresta cheia de armadilhas e animais perigosos.

Tamlin, o Senhor da corte Primaveril, vê seu Reino ruir a cada dia que passa com a praga, a maldição que aprisionou no rosto de todos as máscaras que usavam em um baile, e que até então ninguém conseguiu quebrá-la.

É impossível não suspirar por Tamlin, ele é ao mesmo tempo assustador, mas com uma alma gentil, que faz de tudo para deixar Feyre feliz em sua casa; mesmo que para isso ele tenha que aguentar as piadinhas de seu melhor amigo, Lucien.

Depois de Tamlin a livrar do fardo de cuidar de sua família, vemos Feyre desabrochar, parar de se preocupar com os outros e viver a sua vida. Ela pode se dedicar por inteiro a suas pinturas, e depois que ela consegue ver por trás do véu da magia, ela descobre um mundo que ela não podia sequer imaginar, em cores e paletas que ela não pode achar o tom certo para se expressar.

Mas o reino encantado vai aos poucos se desfazendo, e criaturas horripilantes vão aparecendo como o Attor, que me dá calafrios só de pensar.

Uma coisa que achei curiosa, é que há uma inversão de papéis, neste livro a nossa mocinha não sabe ler, o que pode dificultar as coisas mais para frente, mas o orgulho não a permite deixar Tam a ensinar.

Amo você - declarei - Não importa o que ela diga a respeito disso, não importa se é apenas meu tolo coração humano. Mesmo quando queimarem meu corpo, vou amar você. 


Agora vamos falar sobre três personagens que roubaram a cena e possivelmente um pedacinho do meu coração literário.

Estou falando de Nestha, Lucien e Rhysand.

Nestha é a irmã mais velha de Feyre, a mais bonita e orgulhosa também, no começo eu odiei ela, cada minuto, mas depois ela mostra a que veio, e sua personalidade forte é que vai dar forças a Feyre, quando ela mais precisar.

Lucien, melhor amigo de Tamlin, tem um ódio por Feyre que é compreensível, afinal ela matou seu amigo, a sangue frio, mas com o passar do tempo, depois de muitas piadinhas e ironias, sobre o casal, ele se mostra um verdadeiro amigo / irmão para eles. Até achei que seria um possível triangulo, mas Lucien mostra que seu amor é fraterno, e que ele daria a vida se preciso fosse.

Agora vamos falar sobre meu personagem preferido, o que roubou meu coração e me fez torcer pelo "vilão". Estou falando de Rhysand, o Senhor da Corte Noturna. Ele é um dos que se aliam com Amarantha, e tem poderes sobre a mente das pessoas.

Pense em um Gaston, só que irônico, inteligente e com uma alma torturada. Então é o Rhys - tô intima já haha.

Ele é um personagem que no começo se mostra deliciosamente irônico, lindo e muito perverso. Mas conforme fui lendo, ele mostra um outro lado, mais envolvente, mais intenso e muito consciente. Impossível você não se apaixonar por ele, não torcer por ele.

A Amarantha, a vilã, não vou falar dela aqui, mas entendam que ela é ruim, e teve o coração despedaçado. Cruel é pouco, perto do que ela faz.

... Não precisava ter negociado comigo. Poderia ter exigido todas as semanas do ano - Minhas sobrancelhas se franziram quando ele se virou, metade do corpo ja consumida pela escuridão - Todas as semanas, e eu teria dito sim. 

O livro é maravilhoso. LEIAM!!! Tem tudo!! Tem romance, Bromance, cenas de ação, de tensão, de vontade sair gritando "BURRAAAA" , tem tudo.

Mas tenho uma reclamação.

Algumas partes da tradução ficaram sem sentido. Por exemplo, uma hora a vilã tem os cabelos ruivos dourados e, em outro trecho, ela está sentada no trono e os cabelos pretos brilhavam.  Ou foi a tradução ou a autora que surtou...




Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...