Quando vi esse livro pela primeira vez, achei que seria mais um desses livros depressivos, que com a ajuda do amigo morto se recupera e nos deixa uma linda mensagem no final e bla bla bla.

Sei que você deve estar se perguntando porque eu li se eu achava que o livro seria assim. Simples minha irmã disse que era muito bom. E eu acredito nela. Pois bem, eu o li. E posso falar: quebrei bonito a cara.

A Playlist de Hayden, é uma história real, de bullying, suícidio, dor, raiva, mentira,mas também de amizade, de amor, de tudo. Muito intensamente. Como é nossa vida quando somos jovens.



A história é narrada por Sam, o melhor amigo de Hayden,  uma garoto com déficit de atenção e meio gordinho. Sam encontra o melhor amigo morto na manhã seguinte de uma festa que tinha tudo para dar certo. Tudo o que ele tem agora é um bilhete e uma playlist que Hayden fez para que ele entendesse o motivo pelo qual se matou.

Mas sua raiva começa a borbulhar, quando no dia de seu enterro, pessoas que sequer o conheciam se levantam para falar de Hayden, sendo que na realidade o garoto era um dos que mais sofriam bullying pela trifeta do Bully que tinha o irmão de Hayden como participante.

O que ele esperava que eu dissesse? Que ambos éramos desajustados sociais que não conseguiam se encaixar em lugar nenhum? Que salvamos um ao outro da solidão durante um bom tempo e que de repente estava tudo acabado?

Com o passar dos dias, ele escuta a playlist que Hayden deixou para ele, enquanto descobre que ele não conhecia tão bem seu amigo assim. Com a ajuda de Astrid, Jess e outros, ele vai reconstruindo o que realmente aconteceu naquela festa. E talvez o que ele pensava ser , na verdade não era do jeito que ele pensava, e vai vendo que todo mundo tem um lado oculto.

A Playlist de Hayden, é uma história que nos leva a pensar o quanto nunca conhecemos realmente as pessoas, por mais que sejam nossos melhores amigos, ou por mais que pensemos que os conhecemos como a nós mesmos.

Ele me deixou sozinho e eu jamais tinha feito isso com ele, não importava o quanto estivesse com raiva. Tudo isso impedia que eu dormisse, por isso, mais do que todo o resto, eu estava exausto. Exausto e morrendo de ódio. Uma excelente combinação.

O livros nos passa uma história real, com pessoas imperfeitas, que cometem erros, que julgam, e que se escondem atrás de segredos, mostrando apenas o que querem que os outros vejam. Mas não pensem vocês que o livro é brutal, porque ele não é, ou talvez seja, porque estamos acostumados a ler ou livros muito realistas com finais tristes, ou realistas com finais felizes. E esse na verdade, mostra que mesmo com tudo o que passou, a vida continua, e não sabemos se vai dar certo ou errado, se vamos ser felizes ou tristes para sempre. E vamos tocando o barco como podemos.

Uma das coisas mais interessantes do livro, são os títulos dos capítulos sempre começam com nomes de música.

Indico para que leiam, com calma.



E então deixo aqui a playlist de Hayden para vocês escutarem ;)

Beijos Beijos


Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...