Há alguns meses atrás postei a resenha de O Primeiro Dia , do autor Marc Levy. Pois bem... Agora volto para dizer que eu finalmente li a continuação " A Primeira Noite"  \o/

O livro é melhor que o anterior porque não tem o mimimi do começo do livro anterior , ele já começa com história mesmo... Adoooorooo....

Então pleaseee... se você não gosta de spoiler pare aqui... porque não tem como eu falar de uma continuação sem soltar spoiler do anterior... até tem ... mas esse livro é complicado.

Para não ficarem tristes deixo uma imagenzinha do livro para vocês =D

o Hiro é o meu urso propaganda. 

Bom agora vamos ao que interessa....

Bom o segundo livro começa bem mais rápido que o outro... até porque se passa poucos meses após o término trágico e esperançoso do primeiro.

O livro começa com uma carta de Walter que é o melhor amigo de Adrian, explicando o quão arrependido ele estava por certas atitudes que ele tomou...

E então a história nos leva de volta ao templo dos monges na China, onde Adrian procura pistas de Keira, que todos acreditam estar morta, mas ele tem certeza absoluta - e uma foto - que mostra que ela esta viva , em algum lugar.

É o seu coração que fala, entendo a necessidade de se agarrar a essa esperança, mas recusar a realidade vai levá-lo a um sofrimento que consome por dentro.

E quando finalmente a encontra , você descobre o que aconteceu realmente , é interessante.

Mas isso é apenas uma parte do livro. Depois que estão juntos, eles partem novamente atras dos objetos tão magníficos, quanto perigosos, que começaram a encontrar no livro anterior, os que supostamente mostram um mapa do céu passado, o céu do inicio dos tempos.

Essa busca é pontuada por assassinatos, perseguições, fugas e muitos truques de Keira e Adrian para fugir da misteriosa organização, que não querem de forma alguma que eles continuem essa "caça ao tesouro", pois isso pode se tornar um verdadeiro caos se a verdade vier a tona.

Desde a descoberta da fusão nuclear, nunca um homem e uma mulher tiveram tamanha responsabilidade sobre os ombros.

Assim como no livro anterior, rodamos o mundo através de Keira, Adrian e alguns dos personagens secundários que ganham mais vida nesse livro, e que eu devo destacar que dão um up a mais no livro, como Ivory e Walter, sem eles a trama não seria a mesma.

Quando finalmente estão de frente com todas as pistas e a verdade sobre o inicio da humanidade finalmente é revelado, Keira e Adrian se veem de frente com um verdadeiro dilema.  O desfecho da historia é totalmente fantástico e acredito que a maioria irá gostar, eu pelo menos gostei muito. Afinal há coisas que devem ser reveladas e outras muito bem guardadas.

Se fosse possível fazer o tempo parar, eu o congelaria nesse exato momento. Se fosse possível voltar atrás, seria para ali que eu voltaria...

Marc Levy deu um final, ao dois livros , que a meu ver foi super acertado. Não foi um final corrido, ele foi jogando aos poucos e quando , você se dá conta o livro está terminando. Ele soube muito bem amarrar todas as pontas e dar um final para todos os personagens significativos.

No que se refere á felicidade, a coisa é bem mais simples: se encontra no outro.

Os dois livros eu indico mais para o publico adulto que para o jovem, não porque eu não ache que não vão entender mas porque ele é um pouco complexo, e acredito que não vão se prender a história.

Mas se você gosta de historias ao estilo Dan Brown , leia ... super indico.

Beijos Beijos


Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...