PARA MAIORES DE 18 ANOS.
Eeee claro que não ficaríamos de fora do super lançamento da Verus deste mês.

Estamos falando da série A garota Calendário. A série com 12 livros começou agora a sair por aqui e tem previsão de que saiam dois por mês até o final do ano.

Vamos a prerrogativa da história.
Mia é uma jovem que está com o pai endividado e ameaçado de morte por isso. Desesperada, ela será capaz de qualquer coisa para salvar seu pai. Mas como levantar 1 milhão de dólares em apenas um ano? Sem saídas, ela decide se tornar acompanhante de luxo. Seu preço: 100 mil dólares por um mês de companhia. Mas sem sexo. Isso só ela pode decidir... Mia tem de deixar seu orgulho de lado, seu estilo rock´n roll e ser uma lady com seus fascinantes clientes... Ela terá 12 clientes ao longo de um ano e cada história é contada nos volumes de A Garota do Calendário. 12 livros, 12 histórias, 12 lugares diferentes. Haja coração!
Em janeiro, Mia vai conhecer o homem com quem sempre sonhou.
Fevereiro vai levá-la a experimentar um êxtase indescritível.
Mia tem 24 anos e é linda e sabe disso. Ela se muda para L.A para tentar a carreira de atriz. Porém seu pai é espancado quase até a morte e está em coma. Para piorar a situação ele deve 1 milhão de dólares para um dos piores agiotas que ela conhece. E ela conhece bem já que namorou com o imbecil. Aliás ela só escolhe curva de rio para se apaixonar.

Para saudar a dívida de seu pai e salvar sua família, Mia concorda em ser acompanhante de luxo na empresa de sua tia. Assim ela ganhará 100 mil dólares por mês e de quebra passar um mês como uma Barbie troféu, mesmo que ela seja mais rock'n roll que Barbie.

No mês de Janeiro ela vai passar na ensolarada Malibu. Entre ricos e astros de cinema, ela conhece Wes, seu cliente de Janeiro. Ele é lindo, rico, inteligente, fofo e sabe dar prazer como nenhum outro. E logo ela se encanta.

Mas como uma das regras é não se apaixonar, ela fecha seu coração o máximo que pode. Claro que eles se envolvem muito nesses 23 dias juntos. Agora resta saber se ela conseguirá sair inteira desse mês.
Este mês foi o melhor da minha vida. E não só pelo sexo - Ele levantou as sobrancelhas. - Tudo bem, talvez pelo sexo. - Nós dois rimos.
Já em fevereiro, ela vai ficar na chuvosa Seattle, sendo musa do super star Alec Dubois, um artista francês que é um tanto excêntrico, mas bonitão e envolvente.

Logo Mia entra em uma rotina com o artista. Na cama e fora dela. E ele ensina para ela, o quão bonita e preciosa ela é, coisa que ela não entendia antes.
Os franceses fazem amor. Eu faço amor. Tenho que ter algum sentimento para realmente fazer amor com você,oui?
Ok, os livros são bem curtinhos eles tem cerca de 140 páginas, uma leitura rápida e com muitas cenas hots e detalhadas.

Mia é uma protagonista muito divertida e meio bocuda, sem filtro sabe. Mesmo que ela esteja fazendo aquilo para salvar o seu pai e sua irmã Maddy, ela se sente suja ás vezes por se sentir uma prostituta. Ainda que em seu contrato não esteja especificado sexo, ou melhor tem, mas ela leva 20% a mais como gratificação. O que ela não esperava era conhecer caras interessantes que mudariam a sua vida.

O primeiro, Wes, é o príncipe encantado né. Ele é muito fofo,gente. Ainda não entendo como ele ainda estava solteiro. Mas assim que ele e Mia se encaixam, dá para ver que a química entre os dois é natural e não é do tipo que se esquece fácil. òbvio que fiquei revoltada quando ela parte para o segundo mês com outro cara, mas entendo a Mia.
Você me surpreende.Toda vez que eu acho que já te desvendei, você vem e me supreende mais uma vez.
Já a química no segundo eu não achei tanto assim. A bem da verdade é que só houve sexo mesmo, mesmo que o francês , insistisse em "fazer amor". Achei ele fanfarrão demais e sei lá, acho que ainda estava apegada ao Wes. E antes que me perguntem se não achei Mia muito rápida, já respondo que no começo, eu achei, mas conforme fui progredindo no livro, nas fotos e nas telas que Alec fez dela, eu fui vendo que era só parte física dos dois, ele funcionava como um P.A para ela.

No primeiro eu vi uma história por trás de toda a pegação de Wes e Mia, como a amizade dela com Gin, seu amor por Maddy, sua irmã 5 anos mais nova de quem ela cuidou como mãe, depois que as dela sumiu no mundo, suas amizades com a mãe de Wes, com Jen, seu passado, enfim, mostrou história.

Já o segundo vi que ela só ficou o tempo todo no loft do Alec, comendo, posando nua, fodendo fazendo amor, e aprendendo a gostar mais de si mesma. Mas não teve mais nada. Eu não sei, não curti muito não. Até a despedida não foi emocionada sabe. Achei bonitnha, mas seca. Mesmo que Alec seja o pecado e fale francês.
Você é muito preciosa.Muito linda. Demais para qualquer homem manter para si. O cara que conseguir o seu amor... para sempre... vai ser un homme très chanceux.
Espero que Tony não me desaponte em Chicago, onde se passa o mês de março.

Indico a leitura dos dois mais para dar sequencia a história mesmo. Mas o primeiro tem meu coração, assim como Wes. <3

Então os coraçõezinhos para o primeiro;
E para o segundo.
OBS:
Só para desencargo de consciência, fiz o que uma pessoa desesperada por informações faz: li o final da série. E descobri, acalmou meu coração e ainda descobri por onde todos andaram - Não me Julguem!  

Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...