Sabe quando um livro traz um assunto polêmico, mas com ele traz muitos outros que são debatidos em torno desse assunto principal?

Então, essa duologia da Robin York é exatamente assim. E eu adorei.

Profundo e Intenso, foram lançados juntos pela nossa Parceira Arqueiro. E hoje vamos falar de Profundo, que eu gostei mais do que Intenso.



Caroline Piasecki é uma jovem normal, ela é rica, bonita, tem sonhos grandes, quer se tornar juíza e luta para isso, com o apoio de seu pai que a criou com suas duas irmãs depois que sua mãe morreu. Ela divide o apartamento com Bridget, sua melhor amiga em Putnam College.

Até que um belo dia, no seu segundo ano, surgem fotos dela nua e fazendo sexo na internet. Só uma pessoa teria acesso as essas fotos. Se ex namorado, o FDP Nate. A partir daí a vida dela vira um pesadelo. Os comentários que ela lê só a machucam mais e mais.

Não posso evitar Caroline, eles podem me dizer. A culpa é sua, por ser tão gostosa!

Sua luta em limpar seu nome e fazer com que as fotos dela nua sumam parece não ter fim. Ela passa o dia monitorando as fotos , que parecem se multiplicar mais rapido que a luz. Isso sem que seu pai saiba. Ela precisa de dinheiro para contratar uma empresa especializada para fazer a limpeza.

Em meio a isso, uma amizade estranha com West, seu ex vizinho de porta de dormitório, começa a surgir. Noites na padaria , conversas estranhas, apoio, rugbi com isso Caroline começa a voltar a vida que tinha.

Não pense. O pensamento não é seu amigo.

Você também não é meu amigo.

Engraçadinha.

O primeiro livro é o que eu achei mais tenso, e que mais me empolgou em ler. Pense em você ser traída da forma mais baixa por uma pessoa que você confiava. De repente você vê todo um plano de uma vida sendo arruinado, sua intimidade exposta na internet, uma terra sem leis para esses casos.

Aí depois de se ver exposta, ainda tem que ver comentários de pessoas que nunca te viram. Que não te conhecem. E então vem a paranóia. "Será que este homem que está me olhando viu as fotos, será que está me chamando de puta neste momento, será que minha roupa está me expondo?". Pensa duas vezes antes de sair com determinada roupa na rua. Qualquer um que olha , pensa que está julgando. E a culpa é toda dela.

Quando durmo, não há paz no meu sono. Sonho que estou sendo perseguida, atacada, ferida. Sou uma vítima e os sonhos começam a parecer cada vez ais reais.

Não sei como ela conseguiu. Eu teria enlouquecido. Teria espancado o fdp que fez issom não que isso vá ajudar de alguma forma né. Fico pensando o que leva um ser a fazer isso? Estragar com a vida de uma pessoa dessa forma. Porque estraga. Principalmente se for uma pessoa que está lutando para ter um futuro como advogado, medico, administrador.

Caroline foi um personagem que me deu grande prazer durante a leitura. Ela deixou de ser aquela garotinha assustada, protegida, filhinha de papai, para virar uma mulher, corajosa, que luta, que vive, mesmo com um peso em cima dela. Ela consegue fazer novas amizades, como Quinn, seu time de rugbi e dá uma chance para West e Krishna.

Quando nos cercamos de mentiras, todas as coisas verdadeiras começam a se decompor.

West, chama a atenção de Caroline depois de muito tempo, depois de ver ele batendo em Nate, por ela. Isso faz com que se lembre daquele seu ex vizinho de porta, e traficante de maconha. E por causa de seu problema de insonia, ela sempre pega o carro e dirige, e sempre  tem o mesmo destino, a padaria que West trabalha, fazendo pães.

É assim que começa a amizade dos dois, um dia com o empurrão de Krishna, West a chama para entrar e assim conversam enquanto ele a ensina a fazer pão. Enquanto debatem o problema dela, mesmo que ele esteja lotado de problemas. Principalmente com sua família, seu pai que odeia. Ele está tentando ser uma pessoa diferente, alguém com um futuro.Mas vemos que o passado dele não vai soltá-lo tão fácil.

Os dois se aproximam, tanto que é inevitável que acabem atraídos.As cenas com os dois são muito quentes. Eu me apaixonei por eles. Porque o que acontece entre eles acontece de forma natural, nem rápida, nem lenta, mas no tempo certo.

Só sei que quando ela olha para cima, as lágrimas fazem seus olhos brilharem e é ali que estão as estrelas. Pelo menos é a sensação que eu tenho. Como as estrelas estivessem em Caroline e o mundo todo fôssemos apenas ela e eu.

Agora aquele fdp do Nate eu quero bater na cabeça dele até ele .. sei lá... argh.. estou com muita raiva dele. A maneira com que ele acaba com o futuro de sua ex, como se não fosse nada, como se ela não tivesse merecido menos que era merecido. Que ela estava errada. E esse pensamento machista passa pela cabeça de vários.

Bridget, Krishna e Quinnie são amigos fantásticos, mesmo que eu queira saber mais sobre Krishna e Bridget, porque eu sei que naquele angu tem caroço. E eles apoiam Caro de um jeito tão bonito, protetor.


Leiam!!! É muito bom. E o final é muito lindinho também, mesmo que meio triste.

Esta é minha luta, e não vou desistir.

O tema dos livros foi tema de posts coletivos entre os parceiros da Arqueiro.Confira o nosso AQUI.


Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...