Eu li este livro já faz um bom tempo, mas como a Arqueiro avisou que ia lança-lo, resolvi reler mais uma vez.

Loretta Chase tem o dom de transformar as histórias batidas de romances de época, em um romance maravilhoso e diferente do que estamos acostumados.



O Príncipe dos Canalhas é diferente porque a autora não coloca só pontos positivos, não, ele reforça e muito, os negativos, e isso faz a história ser muito mais especial do que já é.

O livro conta a história de Lord Sebastian Ballister, o Marquês de Dain, ou Lorde Belzebu, que teve uma infância muito sofrida, uma vez que era uma criança feia, com temperamento explosivo, e seu pai o desprezava, achava que era cria do demônio, e após a fuga de sua mãe com um homem rico para outro continente, aos oito anos, teve a ira do seu pai toda em cima dele. Mandado para um colégio interno, Eton, e lá ele sofreu nas mãos dos outros meninos, até que aprendeu a se defender.

A partir daí, ele virou um demônio mesmo. Inteligente, fez sua própria fortuna, e quando seu pai morreu, deixando dívidas e mais dívidas, Sebastian, quitou todas e aumentou sua fortuna. Por não ser bonito, ter um gênio do cão, e ser mais inteligente que a média, ele não tinha muitas mulheres de elite correndo atrás dele. E ele também não queria ter um casamento como o do seus pais.

Jessica Trent, de 27 anos, é uma moça solteira com pensamentos feministas para a época, assim pensava em pé de igualdade com os homens, além de ter ficado com a beleza e a inteligência da família, porque sempre tem que salvar a pele de seu irmão mais novo Sir Bertran Trent. Ainda mais depois que ele conhece Lorde Dain, e vive o seguindo como um cachorrinho. Isso só deixa Jess com mais raiva do tal Lorde Belzebu, mesmo que ela ache-o parecido com um deus romano.

O encontro dos dois é regado com muitas tiradas sarcásticas, além de uma atração mútua, que nenhum dos dois quer admitir. As tentativas de Jess tirar seu irmão das mãos de Sebastian, só os fazem se encontrar ainda mais. E cada encontro é mais explosivo que o outro, mas que nos fazem perceber o motivo de serem perfeitos um para o outro.

Mas você não me escuta! Porque, como todo homem, você só consegue pensar uma coisa de cada vez. E ainda pensa errado.

Nem preciso falar que achei o livro maravilhoso né. Loretta consegue nos fazer achar a perfeição onde todos são imperfeitos. A Narrativa é em terceira pessoa, alternando entra Sebastian e Jess, e ás vezes até por um e outro personagem secundário, fazendo-nos ter uma visão mais ampla da história.

 Lorde Dain é um tanto grosseiro, fanfarrão, por ser muito inteligente, acaba fazendo alguns caírem em desgraça, por isso é chamado Lorde Belzebu. Ele não é bonito, mas tem um corpo de dar inveja a qualquer um, inclusive seu nariz adunco é um charme haha. Ele não tem medo de nada, é imponente,  mesmo assim, ele nunca superou sua infância, com um pai que o odiava e uma mãe que o abandonara. Ele fizera sua própria fama e fortuna, ter recebido o título de seu pai, só o faz lembrar de seu pai, que fez de tudo para destruí-lo.

Fiquei com muita raiva do pai dele, que senhor insuportável. O que a criança fez para ele, porque tratá-lo desse jeito, tudo bem que o menino era terrível, mas que criança maltratada não é. Ainda mais com todo mundo falando que você é feio, uma cria do demônio.

Já Jess, é muito linda. Ela é feminista, mas não dessas ativistas, ela é do tipo que não se comporta como as moças da época, graças a sua avó - que é super a frente do seu tempo , ela não fica vermelha com qualquer coisa, fala em pé de igualdade com os homens, não é tímida e mesmo aos 27 anos, não tem o tabu de ficar solteirona, uma vez que vive rodeada de pretendentes, mas ela ainda não achou aquele que realmente a fará feliz.

Seu cuidado com o irmão, que é uma mosca morta, chega a ser irritante depois de um tempo. O irmão dela é muito besta, inocente, tudo o que a irmã não é.

Quando Sebastian e Jess estão juntos, é muito engraçado, os dois trocam insultos, e temtam sempre um se vingar do outro, mas não percebem que isso só pode levá-los até o casamento, afinal a sociedade que eles vivem não é assim tão liberal.

O livro é cheio de reviravoltas, surpresas e tiradas sarcásticas. Adorei o livro, espero que gostem.

Super indico. Ele é lindo.

Capa em Inglês. *___*


Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...