Adoro New adults, mas ultimamente tem a velha fórmula repetida tantas vezes, que até dá um desânimo.

Um exemplo é Perdendo-me, que eu até gostei na época, li ele bem antes de lançar pela NC em agosto do ano passado, mas ao reler, porque eu já não lembrava que história era, eu vi como a Bliss é chata, e o Garrick , embora seja bonitinho, não tirou toda a marra que senti pela Bliss, então me desculpem se não resenhar aqui.



Mas hoje vou falar de Fingindo, segundo livro da Cora Carmack, a lançar aqui, e conta a história do fofo Cade, amigo de Bliss e que era super apaixonadinho por ela, e da maluquete Max, que tem cabelos coloridos, muitas tatoos, uma namorado muy loco e uma banda de rock.

Tudo começa com Max, entrando numa fria quando seus pais chegam de surpresa na faculdade em que ela deveria estar, para conhecer seu genro, o que é claro que ela não poderia fazer, uma vez que Mace não era o que seus pais tinham em mente quando pensavam em um namorado para sua fila, eis que ela vê um cara bonito sentado sozinho na mesa, e tem uma idéia maluca de apresentá-lo como seu namorado. E não é que ele aceita.

Sempre encontro um bom motivo para ter medo, Menino de Ouro. Não acha que já é hora de mudar isso?

Cade é o típico menino perfeito, mas só ele sabe o quanto essa perfeição custa para ele. Afinal ver a garota dos seus sonhos com seu namorado maravilhoso, esbanjando amor aos quatro ventos, o machuca tanto que só o que ele quer é esquecê-la. Quando a linda garota de cabelos vermelhos,  batom vermelho e tatoos, o oposto das garotas por quem ele se interessaria, se aproxima e lhe pede para ser seu namorado fake para seus pais, ele aceita, tentando jogar um pouco daquela perfeição pela janela, mas o que ele fica surpreso é ver o como Max não é aquela durona como pensava que ela era.

Os dois juntos provam como farsas podem acabar quando a maior parte do que é revelado é verdadeiro, de como pessoas tão diferentes, podem ser tão parecidas, mesmo tomando caminhos opostos, afinal Max resolveu lidar com avida, mostrando sua raiva, já Cade, mostrando que pode ser melhor do que já é.

A dor nos muda. A minha dor me fez querer ser perfeito para que ninguém jamais me abandonasse novamente.

O livro é muito fofo, tem cenas quentes, mas é só uma ou duas, mas a sintonia dos dois é maravilhosa, a garota furiosa e o garoto de ouro.

A dor que Max sente pelo seu passado, a ponto de não se aceitar ou se perdoar, de conseguir ficar com sua família, por causa de sua irmã Alexandria ou Alex, como competir com a irmã mais velha perfeita, a sua irmã querida, depois do que aconteceu por causa dela.

Sua dor a tornou mais forte. Ela fez de você uma mulher incrível e cheia de vida. A dor fez de nós dois o que somos.

Confesso que fique com dó da Max, pela culpa que ela sente, embora digam que não foi sua culpa, só quem já passou por isso sabe, como é difícil conviver com uma dúvida na vida. O velho " E se..."

Sempre encontro um bom motivo para ter medo, Menino de Ouro. Não acha que já é hora de mudar isso?

Cade, lindinho, é um protagonista maravilhoso, ele é o cara que todas nós queremos para casar, ele é divertido, educado,cavalheiro e tem pegada... queremos mais o que? Mesmo com seu passado triste, ele segue em frente, encontrando forças para ser sempre melhor.

 Milo seu melhor amigo, é muito engraçado, ele podia ganhar um livro só para ele.



Super recomendo o livro, ele tem partes sérias e engraçadas no mesmo ponto.

Beijos Beijos,

n

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...