Eu comprei Dizem por aí na Bienal de 2012, no estande da Novo Conceito, estava em promoção e eu lembro de ter gostado da capa e da sinopse. Mas vida que vai e vida que vem, acabei que não li tão rápido assim. E agora que li, eu falo, o livro é muito fofo.


Dizem por aí, é um chick lit, muito gostoso de se ler. Como todo chick lit,, ele é mais uma comédia romântica. Jill Mansell é uma das autoras mais tchucas que conheço. A escrita dela faz com que você nem perceba que já está terminando o livro, de tão envolvente que é a história.



Narrado por diversos personagens, temos o foco principal em Tilly e Jack , mas com as outras histórias em paralelo. 

Tilly, é uma mulher, que mora em Londres, e um dia ao chegar em casa, ela descobre que que o namorado - que ela nem gostava tanto assim- foi embora, levando as coisas dele do apartamento que viviam. Sem saber o que fazer, ela vai para um vilarejo no qual sua melhor amiga Erin mora.

Depois de beberem no pub da cidade, ela acaba ficando com o jornal deles, e nele ela vê um anúncio procurando um faz tudo. E mesmo sem saber o que faz, ela liga depois de seu trem para Londres atrasar mais de 40 minutos.

É assim que ela conhece seu novo chefe, Max, um design de interiores gay, que mora com sua filha adolescente Lou, uma garota esperta demais para sua idade. Max e Lou se simpatizam imediatamente com Tilly, que vai morar com eles, e descobre que um faz tudo é uma espécie de babá, cozinheira e ajudante de Max.

Tilly conhece Jack, um homem lindo que compra imóveis e com a decoração de Max, ele os reforma e depois aluga. E após conhecê-lo, todos a advertem a ficar longe de Jack, porque ele é muito galinha e tem a tendência a não ficar com ninguém depois da morte da noiva.

Morando numa cidade pequena fica difícil não saber das fofocas, ou se manter longe do alvo delas, ainda mais depois que Jack fica amigo de Tilly, e os dois saem juntos.

E ainda temos Kaye, a linda atriz inglesa que depois de um incidente no EUA, volta para a cidadezinha para se recuperar, e quem sabe encontrar um novo amor. E para finalizar tem o triangulo Erin, Fergus e a autoritária Stella.

Eu adorei  o livro, a história tem seu drama , mas sem perder seu lado cômico. Tilly é uma personagem principal muito boa, sério, pense num ser estabanado, que se mete em confusão, é ela.

Max. Kaye  e Lou ganharam meu coração. Uma família moderna. mas mesmo assim, linda. Max é o chefe mais fofo que já vi.

Já Erin, Stella e Fergus... sei lá... eu não gostei tanto deles... acrescentou um drama sim, mas achei Erin muito coração mole.

Agora vamos falar de Jack, o lindo. Ele é charmoso, educado e muito engraçado.Ele é o cara ideal para Tilly. Claro que por ela ficar com os dois pés atras com ele por causa de sua reputação, só poderia deixar as coisas mais lentas.



O livro como eu disse, é um chick lit, então não espere nada muito profundo. É um livro para se entreter e dar boas risadas.

Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...