Oies,

Vamos de lançamentos da Rocco Hoje!




Nicolau & Alexandra – O relato clássico da queda da dinastia Romanov, de Robert K. Massie —  Do mesmo autor do bestseller Catarina, a Grande, Nicolau & Alexandra é a biografia cruzada do czar Nicolau II e de sua esposa Alexandra de Hesse, últimos soberanos da dinastia Romanov, que governou a Rússia durante três séculos. Combinando um cuidadoso trabalho de pesquisa e uma narrativa envolvente e instigante, Robert K. Massie, ganhador do Prêmio Pulitzer, mostra que a influência sobre a imperatriz do místico siberiano Gregório Rasputin, chamado para salvar o herdeiro do casal, hemofílico, associada à inabilidade política do czar e à crescente crise política internacional causada pelo início da Primeira Guerra Mundial foram determinantes para a derrocada do último grande império do mundo. [Leia +]

Adoro livros históricos, principalmente russos. Muito amor por eles.

Fracassinho – Memórias, de Gary Shteyngart —Toques autobiográficos, humor depreciativo, picardia e uma ponta de melancolia sempre frequentaram os livros do russo radicado nos EUA Gary Shteyngart, um dos mais talentosos romancistas de sua geração. Mas o autor de Absurdistão nunca havia ido tão fundo em suas próprias – e hilárias, desconcertantes – histórias quanto em Fracassinho – Memórias. Da infância em Leningrado à aculturação por meio de programas de TV americanos, passando pelas obsessões sexuais e o fracasso com as mulheres, a trajetória de subempregos, a literatura e, sobretudo, a complexa relação com os pais, o livro foi aclamado pela crítica e alcançou o cobiçado ranking de bestsellers do The New York Times[Leia +]

Adorei a capa desse, bem engraçadinha.
O poder do coração, de Baptist de Pape e 18 colaboradores — Reunindo escritores, cientistas, pensadores e líderes espirituais como Deepak Chopra, Paulo Coelho e Isabel Allende, O poder do coração é uma obra reveladora e revolucionária para quem busca uma vida mais feliz e equilibrada. Organizado pelo cineasta e escritor Baptist de Pape, o livro mostra que, mais do que um órgão vital, o coração possui uma inteligência própria, capaz de transformar a visão de cada um sobre dinheiro, relacionamento, saúde ou sucesso, e ensina aos leitores como se conectar com um ritmo cardíaco sadio e cultivar a intuição, a intenção, a gratidão e o perdão para alcançar seus objetivos. Com lançamento mundial em outubro e estreia também nos cinemas, O poder do coração chega às livrarias em edição cuidadosa, com capa dura. [Leia +]

Quem gosta de um livro mais emotivo, mais pensativo, vai adorar esse.
O executivo sincero, de Adriano Silva — Jornalista e empresário com mais de duas décadas de experiência em cargos de direção em corporações como Editora Abril e TV Globo, Adriano Silva narra, em tom de conversa franca, o que observou do mundo do trabalho e das relações profissionais em O executivo sincero. O livro é o primeiro de uma trilogia que aborda temas múltiplos – dos códigos de vestimenta ao excesso de reuniões, da importância de um chefe “entrar em campo” e mostrar, na prática, por que é um líder à necessidade de ouvir para liderar – que interessam a todos que buscam um lugar ao sol no árduo mundo do trabalho. [Leia +]
Para quem gosta de livro sobre corporações, é uma ótima dica.
O boxeador polaco (Coleção Otra Língua), de Eduardo Halfon —  O guatemalteco Eduardo Halfon é uma das vozes mais sólidas da atual narrativa latino-americana, autor de uma dezena de obras de prestígio internacional, e cujo trabalho tem sido constantemente comparado ao do chileno Roberto Bolaño. Finalmente publicado no Brasil, pela prestigiada coleção de literatura hispano-americana Otra Língua, organizada por Joca Terron, Halfon reúne, em O boxeador polaco, seis histórias que dialogam com a tradição literária e com a prática da ficção, mas que, ao mesmo tempo, mantém os pés fincados na realidade contemporânea e na história familiar e íntima do próprio escritor. [Leia +]
 
Cantiga de findar (Coleção Otra Língua), de Julián Herbert — Julián Herbert, um dos poetas mexicanos mais importantes da atualidade, é apresentado ao leitor brasileiro com Cantiga de findar, mais um título da coleção Otra Língua a chegar às prateleiras pela Rocco. O livro, que ganhou o Prêmio Jáen de romance e o Prêmio Elena Poniatowska em 2012, engrossa um filão literário moderno que já desfruta status de tradição: a narrativa em que se cruzam verdade autobiográfica e ficção pessoal, resultando numa ambiguidade fascinante. Enquanto cuida da mãe com leucemia, um homem chamado Julián Herbert – o mesmo nome do autor do livro – escreve sobre ela, uma mulher que ganhou a vida como prostituta, e rememora a vida pregressa de mãe e filho pelo México num romance tão magnífico quanto doloroso. [Leia +]



Tampa, de Alissa Nutting — Eleito o livro mais polêmico do último verão pelo jornal britânico The Guardian, Tampa, romance de estreia da norte-americana Alissa Nutting, narra a atração doentia de uma jovem professora, casada e bonita, por seus alunos, e o tórrido caso de amor que viveu com um deles, de apenas 14 anos. Baseado em um caso real, o livro surpreende ao descrever uma protagonista ao mesmo tempo delicada e espirituosa, com uma intensidade de psicopata quando se trata de suas obsessões sexuais, numa trama com altas doses de erotismo e pitadas de humor negro.  [Leia +]
Esse livro já deu o que falar lá fora e agora chega ao Brasil. Lembrando que é para maiores de 18 anos.
Essa música, de Ivan Junqueira — Uma poesia medida, arquitetada, metro a metro, palavra por palavra, efeito por efeito. E desmedida em refletir, em tocar e provocar o leitor. Livro póstumo e inédito do carioca Ivan Junqueira, consagrado jornalista, poeta, tradutor, ensaísta e crítico literário que ocupou, de 2004 a 2014, a cadeira nº 37 da Academia Brasileira de Letras, Essa música, entregue pelo autor à editora poucos meses antes de falecer, trata justamente sobre a morte, tema recorrente em sua obra. Mas, frente ao embate com o fim e as indagações existenciais, esta obra-prima de Ivan Junqueira deixa como legado uma constatação: o homem, carne, se vai; mas o poema, arte, fica. [Leia +]

O céu da amarelinha, de Carlos Eduardo Leal —  Usando o tradicional jogo da amarelinha como metáfora para falar do eterno desejo de felicidade – ou do céu possível de cada um –, o psicanalista e escritor fluminense Carlos Eduardo Leal apresenta uma narrativa envolvente e de delicado lirismo ao contar a história de Lívia, uma menina que adora pular amarelinha no quintal de casa, especialmente a desenhada por seu pai, Santiago, com quem ela tem grande afinidade. Mas pular com equilíbrio os quadrados de giz e chegar ao céu pode ser bem mais doloroso e difícil do que parece, quando o grito apavorado da mãe anuncia uma tragédia que vai alterar toda a vida da menina.  [Leia +]
Me deu uma dor no coração só de ler. Imagino como esse livro deve ser intenso.
Lealdade a si próprio, de Paulo Valente — Autor de livros infantis e obras de economia, o carioca Paulo Valente aprendeu a contar histórias com sua mãe, a escritora Clarice Lispector, e seguiu a tradição contando para seus dois filhos. Agora, ele estreia na ficção adulta com Lealdade a si próprio, romance histórico que tem como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial. No livro, ficção e dados reais se misturam para contar a história de filhos de imigrantes alemães, japoneses e italianos que, quando o Brasil abandonou a neutralidade para entrar na guerra, tiveram que escolher entre lutar pelo país que os acolheu ou manterem-se fiéis às suas origens. Acompanhando a trajetória de três personagens de origens diferentes, cujas histórias por vezes se cruzam ao longo da trama, o romance se estende até os dias atuais. [Leia +]
Filho de Clarice Lispector. Vamos ver se filho de peixe, peixinho é.

Selo Fábrica231

Por você – Fixed #1, de Laurelin Paige — Um homem rico, lindo, charmoso e que estranhamente não tem capacidade para amar; uma mulher extremamente sexy e inteligente que lida com o vício de se agarrar emocionalmente aos parceiros. É através desses dois protagonistas aparentemente tão diferentes, que a autora Laurelin Paige apresenta Por você, primeiro volume da trilogia Fixed, maior sucesso de autopublicação do mercado norte-americano e  primeiro título independente a chegar ao topo da lista dos mais vendidos do The New York Times, categoria e-book. Com alto teor de romantismo, sensualidade e erotismo, as histórias de Paige chegam ao Brasil pelo Fábrica231, novo selo de entretenimento da Rocco.[Leia +]
Louca para ler este livro. Parece ser muito bom.
A menina que tinha dons, de M. R. Carey — Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.[Leia +]

Autor dos X-men *-*... Já está na minha lista.


Gostei dos lançamentos da Rocco... Espero ter dindin para comprar.

E vocês Gostaram??

Beijos Beijos

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...