Antes de começar a falar deste livro só vou dar um aviso:

Esta resenha pode ser bem Bipolar. Assim como os protagonistas de Belo Desastre Abby e Travis. Então não pensem que eu sou surtada tá - confesso que sou meio fora da casinha, mas deixa isso pra lá.

Bom , o que dizer de Belo Desastre... Deixa eu pensar...  Que ele é um belo desastre mesmo. E vou explicar o porque.




O livro que é Best seller do NY TIMES - que Chic - conta a história de Abby Abbernatty, uma garota que se muda para uma faculdade distante de sua terra Natal - e do seu passado problemático - com sua melhor amiga America. Chegando a Eastern, ela acha que finalmente poderá ser aquela garota certinha, com seus cardigãs e que que não fala palavrão nem bebe demais. 

É claro que não funciona e ela logo encontra Travis "Cachorro Louco" Maddox, que é todo tatuado ( *-*) , bebe demais, ganha dinheiro no clube da luta e saí cada dia com uma mulher diferente. Tudo o que Abby não quer.

Travis sorriu para mim, no que presumi ser sua expressão mais charmosa. Ele transbordava sexo e rebeldia, com aqueles antebraços tatuados e cabelos castanho cortados bem rente a cabeça. Revirei os olhos à sua tentativa de me seduzir.

Logo de cara Travis fica encantado pela Abby - Ou Beija Flor, como ele a chama- que insiste em tentar manter distância. Tanto que faz uma aposta com ela. Se ele perder a luta, ele fica sem sexo por um mês. Se ele ganhar, ela tem que passar um mês na apartamento dele. Pois bem, lógico que o Cachorro Louco Maddox ganha a luta e a Abby tem que passar um mês com ele no ap. Todos a volta logo percebem que os dois estão apaixonados, só Abby que não quer admitir.

- Acho que você esta cometendo um erro - ela sussurrou. - Você não precisa ir àquela festa para conhecer um cara. Tem um que é louco por você bem aqui - Ela disse e me deixou sozinha.

E é aí que os problemas começam. Em uma relação muito bipolar, Abby e Travis são como um tornado que saem destruindo tudo por aí, enlouquecendo quase todos a sua volta. Principalmente America e Shepley, primo de Travis e namorado de America, que tem os dois pés atras com essa relação de amor e ódio dos dois.

Abby bem que tenta não se apaixonar por Travis, sabendo que ele pode vir a transforma-la em tudo o que ela não quer se tornar. Ela escolhe Parker, um dos irmãos de fraternidade de Travis e Shepley, um garoto certinho, rico e que quer ir para Harvard fazer medicina - e muito mimimi e chatinho na minha opinião. Mas Travis sempre consegue levar Abby na conversa e ela faz o que ele pediu.

A forma como parecíamos não conseguir ficar longe um do outro era inexplicável, mas eu não precisava de mais nenhuma explicação. Não precisava de mais nenhuma desculpa. Naquele momento, eu só precisava dele.

Ok. Vamos lá... vou dar a minha opinião agora.

Eu tenho uma relação bipolar com esse livro, conforme eu vou lendo - ou relendo - eu adoro e as vezes detesto. E assim vai indo por toda a história. 

Para mim, Abby é uma garota que já passou por muita coisa ruim na vida, as cenas que ela vai para Las Vegas ajudar o pai é uma das provas, mas ela é completamente fora da casinha. Teve vezes que ela era tão chatinha que eu tinha vontade socar ela. Teve momentos e situações que ela fazia tempestade em copo d'água. O Travis já não era muito normal, e ainda vem essa louca e vira seu mundo torto ainda mais de ponta cabeça, só poderia resultar mesmo num relacionamento desastroso. 














O relacionamento conturbado teve seus momentos fofo, hot e engraçado, claro, até porque os dois tem gênios muito parecidos,  mas sempre tinha uma confusão para destruir aquele momento mais light. 

— É isso —ele disse, com um suspiro.
— O quê?
— O momento. Quando observo você dormindo... aquela paz no seu rosto. É isso. Eu nunca mais tinha sentido isso desde que minha mãe morreu, mas agora posso sentir de novo. — Ele respirou fundo e me puxou para perto. — Eu sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você.

A história em si é bem simples e bem escrita. Na verdade os personagens principais me deixaram muito irritada. Travis e Abby são super carismáticos e bonitos mas são  muito volúveis, ciumentos e irritáveis. 

Achei muito mais "cute" America e Shepley. Um casal normal - que só brigava mesmo por causa de um ciuminho aqui e ali , mas era mais por causa dos dois maluquinhos.

Quando a America e eu nos mudamos para cá, foi para que a minha vida seguisse um determinado rumo. Ou melhor, para que não seguisse determinado rumo. As lutas, as apostas, as bebidas... foi tudo isso que eu deixei pra trás. Mas quando estou com você... está tudo lá novamente, em um pacote tatuado e irresistível. Eu não me mudei para um lugar a centenas de quilômetros para viver tudo isso de novo.

Outros personagens secundários que deveriam ter tido mais destaque, porque são umas graças, é a família Maddox. Que são os irmãos do Travis e o pai dele. Acho que deveriam ter livros só deles.

Eu indico a leitura para aqueles que querem ler um livro em ritmo alucinante, já que você nunca sabe o que vai acontecer em  seguida. É um livro com muitas reviravoltas. Ao mesmo tempo que ele é previsível , ele é imprevisível também.

- Você não me odeia de verdade…odeia? - ele me perguntou.
Desviei o olhar e me afastei.
- Às vezes eu gostaria de te odiar. Seria tudo bem mais fácil.


E sim, esse livro também vai te enlouquecer um "cadinho". Por isso ele é um belo desastre, ele tinha tudo para ser um porre de chato, mas os personagens são carismáticos e vão te prendendo até o final... que é muito fofo... Confesso que dei um suspiro quando li... rsrs

— Muitas vezes fico te observando enquanto você está dormindo. Você sempre parece tão em paz. Eu não tenho esse tipo de calma. Tenho essa raiva e essa fúria fervendo dentro de mim... menos quando te observo dormindo. 

Belo Desastre é narrado em primeira pessoa por Abby, talvez por isso o livro seja tão cheio de altos e baixos, e agora foi lançado Desastre Iminente com a versão de Travis. 




Vamos aguardar o que o Cachorro Louco vai nos contar. Espero que seja menos bipolar que este.

Eu faria tudo de novo, sabia? Não mudaria um segundo da nossa história se significasse que estaríamos aqui, agora, neste momento.


Beijos Beijos



Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...