A primeira coisa que tenho a dizer é que Lesley Pearse é muito f*** ... Sério...

A segunda é que continuaram com a mesma capa emborrachada linda 


e os detalhezinhos no começo de cada capitulo.


roubei a idéia de mostrar o marcador da Lilian XD


Quando vi o tamanho do livro “Entre o amor e a Paixão” , fiquei pensando “ Putz tomara que ela não estrague a historia, porque eu adoro aquele livro”

Quando ele chegou em casa, e eu comecei a lê-lo confesso que fui bem aos pouquinhos, uma porque fiquei com receio de ser encheção de linguiça e outra porque a história não começou acelerada igual Belle, mas depois que pegou o embalo foi super rápido de ler.

“Talvez precisemos de maus momentos para apreciarmos plenamente os bons.
Hoje parece um bom momento – disse Mog
Sim, parece. Então, apenas sejamos gratas por isso – disse Belle – Vou colocar a mesa e vamos nos fartar até explodir. Vamos esquecer a guerra e o que o futuro pode trazer e apenas ser felizes juntos.”

Pois bem, paguei a língua e Lesley Pearse me surpreendeu com essa sequencia maravilhosa de Belle. E o melhor não parece que é a mesma historia...

Se voce ficou chocado(a) ao ler sobre o mundo da prostituição e do tráfico de mulheres que tem no primeiro. Espere ficar muito mais com os horrores da primeira guerra e da gripe espanhola.

Se você ainda não leu Belle pare por aqui, por haverá Spoilers ...


Então tá vamos lá.


O livro começa com Etienne indo “visitar” Belle, e ver como está sua vida depois de tudo que sofreu. Chegando lá ele se depara com uma Belle feliz,  casada com aquele ruivo tchuco do Jimmy e com sua chapelaria famosa entre a elite local. Claro que ela da aquela titubiada básica quando o ve... Primeiro amor é primeiro amor né...
E Etienne não a tinha apenas resgatado, ele a havia curado, sentando-se ao lado de sua cama no hospital, deixando-a chorar, falando com ela e dando-lhe esperança para o futuro.
Depois da visita perturbadora  de Etienne e de seu anúncio que vai se alistar na Guerra – a primeira guerra mundial, uma guerra besta como todas as outras - , Belle descobre que está grávida. Claro que ela e Jimmy ficam encantados com a noticia mas em meio a isso começa as pressões de que homens de 18 a 50 anos se alistem no exército, o que começa a abalar a felicidade do casal.

Jimmy que não quer ser visto como covarde, também se alista , ainda mais depois de ter recebido uma pena branca – que as mulheres da High Society entregavam para aqueles que estavam aptos a se alistarem e não o tinham feito.

Nesse meio tempo Belle conhece Miranda, filha de uma das mulheres mais ricas – e mais esnobes e chatas – que se torna sua melhor amiga depois de Belle ajudá-la sem interesse algum.

E também é quando as desgraças – claro que vindo de Lesley não podia ser diferente -  começam a acontecer, Belle depois de ser assaltada e perder o bebê fica inconsolável e junto com Miranda se junta como voluntária na Cruz Vermelha, primeiro como Enfermeira na Inglaterra, depois como motorista na França.
Havia uma anotação que fez Belle desatar de rir. Era 19 de janeiro. “Irmã Fogget pode ser uma excelente enfermeira e um bom exemplo para uma idiota ignorante como eu, mas gostaria de amarrá-la aos estrados que ela me faz esfregar e bater nela com uma toalha molhada.”
Em meio a isso rumores sobre o passado de Belle voltam a atormentar, principalmente Mog e Garth que continuam na vila, com o pub. E além disso Etienne também volta a vida de Belle, para deixá-la ainda mais dividida.

Bom, se eu falar mais que isso vai ser spoiller. Mas é que é difícil comentar sobre esse livro sem soltar algum, então me perdoem se eu falar algo a mais.

A historia começa dois anos depois do fim de Belle e conta como está a vida dos queridos personagens Mog, Garth, Lisette, Noah, e claro, Etienne , Belle e Jimmy.

O livro segue o mesmo estilo de Belle, mas como o cenário muda é claro que as descrições são bem mais fortes. Você quase consegue visualizar as trincheiras, o fedor dos corpos dos mortos no chão,  a lama pegajosa, as bombas e os pedaços de corpos dos soldados  se espalhando. São cenas que te chocam, mas o pior é saber que isso realmente aconteceu, que milhares de soldados foram enterrados em valas coletivas, outro tanto não foi achado, e outros sofreram mutilações tanto no corpo como na mente.

Uma pessoa fraca teria apenas ficado destruída por dentro e se deixado tornar uma vítima para todo o sempre. Você resistiu e admiro isso.

Afinal quem consegue esquecer o horror de uma guerra, depois de ter vivido ativamente ela. Mesmo Belle, que é sempre tão forte, fica abalada pois a guerra trouxe uma perda significativa para ela –  nossa fiquei tão triste - uma mudança no seu futuro e no de sua familia e um arrependimento.

E quando você pensa que o pior já esta passando vem a terrível gripe espanhola que dizimou muitas e muitas pessoas, e leva mais alguns personagens que eu gostava  bastante.

Logo ficou óbvio que a imprensa não estava fazendo alarde ou usando a epidemia como distração do relato sobre a guerra. A gripe estava ali, matando pessoas que haviam sido fortes e saudáveis.

Mas o livro não é só cenas de desgraça, embora seja a maior parte , também tem umas cenas engraçadas, outras bem quentes e algumas simplesmente fofas... 

Ele segurou-lhe o rosto nas mãos em concha e então a beijou. Foi o mais brando e delicado dos beijos, demorando-se apenas tempo suficiente para fazer o coração dela disparar.

A autora conseguiu dosar muito bem as partes tensas com cenas mais amenas.

“ - Voce poderia dizer a ela que a encomenda que esperava não estava lá, então você me trouxe no lugar.
Belle riu.
- A encomenda era de papel de parede. Ela vai dizer que você não é muito bom para afixar nas paredes!”
A autora nos apresenta a novos personagens, alguns não duram mais que alguns capítulos, outros vão até o fim, antigos dão as caras , até aquela mãe desnaturada da Belle. Assim como alguns dão um sentido novo na vida de Belle.

“- Você,  minha cara, esta se tornando ranzinza. Precisa de um namorado.
- Você vai me encomendar um de algum catálogo?
- Anote as suas exigências que vou verificar se eles possuem um adequado em estoque. Então, vá dormir agora e sonhe com ele.”

E ao você me pergunta o porque do nome do livro se ele é tão tenso. É que a historia tão habilidosamente conduzida pela Lesley Pearse leva a um desfecho muito lindo. E tem tudo a ver com o titulo , tanto em português como em Inglês , que é The Promise.

Porque – disse ela – alguém lá em cima sabia o bom homem que você é e a menina má que eu posso ser, e decidiu que você tinha que me salvar.

Se você gosta de um bom romance regado a algumas cenas bem reais , eu indico. Mas se você esta somente procurando um romance para passar o tempo, passe longe dele.

E Fique atento ao blog que por estes dias , vamos trazer uma surpresa bem bacana para vocês!!

Beijos Beijos



Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...