Um chick-lit nacional para chamar de queridinho e ler em poucas horas, se apaixonar e desejar ardentemente a continuação... Poderia começar a resenha de tantas outras formas, mas acredito que essa afirmativa acima resume tão bem o livro tema de nossa resenha de hoje ;)

Todos já devem pelo menos ter ouvido falar desse livro (ainda não?? *se joga então na resenha*)... E não é que a mineirinha ganhou o Brasil todo com esse sucesso?!?! Um livro engraçado, simplesmente maravilhoso e que retrata tão bem a imagem da mulher nos dias de hoje... Sim, precisávamos de alguém que nos entendesse a fundo, nossos fracassos amorosos, nossas angústias pessoais, profissionais, enfim acho que só Freud explica, e também a fofa da Laura Conrado *-*






Catarina acaba de levar o fora épico do carinha da sua empresa. Auto estima zerada. Tudo bem, ela mora sozinha em BH. Tem seu próprio apartamento, um emprego que adora mas que almeja uma promoção e ótimos e maravilhosos amigos. Mas nada disso no momento parece importar porque simplesmente ela está sozinha de novo.

Ela tenta dar a volta por cima, mas quanto mais ela tenta acertar, mais a situação piora. Vendo por fora, sua vida é uma comédia, mas pondo em seu lugar a vida de Cat está uma verdadeira tragédia!! Tudo que ela quer ela não tem. E com esse tipo de sentimento ela acaba descobrindo que seu ex a trocou por outra da empresa, além de assumir publicamente o namoro (o que não fez com ela). Arrasada, ela vai passar um fim de semana com os pais em Divinópolis, onde adivinha?!, mais problemas ela encontra... Sua irmã caçula está namorando seu primeiro ex namorado!!

Perder homem para mulher bonita já era difícil, mas para mulher feia parecia ser pior. Eu me sentia ainda mais azarada. Eu nunca tinha visto Júnia arrumada, maquiada ou falando! Ela era uma songamonga! E eu tinha sido trocada por ela!



Tudo vai se acumulando na cabeça de Catarina, até que sua prima dá uma sugestão de procurar terapia para conversar e se livrar de alguns dos seus problemas. Determinada a dar uma chance, Cat procura um terapeuta em BH. E assim inicia a sua mais dolorosa e profunda jornada, em busca de respostas sobre si mesma.

Com a fofa da Laura Conrado na Bienal de SP em 2012 <3 <3
Com a ajuda de Luís (o terapeuta), Catarina passará a analisar todos os seus relacionamentos. O profissional, o familiar, o interpessoal e o mais importante, o intrapessoal!!! Cat precisa se descobrir antes de se jogar definitivamente nos seus romances.

Claro que com muitas gargalhadas e choros, Catarina começa compreender o motivo de seus namoros nunca darem certo, ou de seu relacionamento com a mãe e a irmã caçula ser tão conturbado. Como pequenas coisas mal compreendidas podem se acumular e transformar-se numa enorme bola de neve a ponto de nos esmagar!!

Queria conhecer pessoas, mas no fim das contas, queria ter alguém de verdade. Eu vivia uma dicotomia: queria o mundo, viver, me jogar e aproveitar, mas também queria construir um relacionamento de verdade, ter filhos... Dentro de mim cabiam todos os desejos. Talvez por isso, algumas coisas estavam travadas: eu não tinha certeza do que queria.


Graças a Deus que Cat tem Luis, o terapeuta bonitão... Aliás, bonito, inteligente, seguro de si, charmoso, respeitador, e tantas outras qualidades que o classificariam como um ótimo partido... Pronto, Catarina se apaixonou pelo seu terapeuta... Mas será que isso daria certo?? Ele também se interessaria por ela... Oh, Freud, poderia dar uma luz na vida de nossa protagonista, hein?!?!

– Freud, me tira dessa! Foi você quem inventou isso, agora me ajuda! – falava sozinha abraçada ao livro. Eu estava quase me tornando uma devota de Freud.


Com uma narrativa engraçada e bem leve, Catarina vem no lugar de todas as mulheres, mostrar as nossas inseguranças, nossos medos, nossas esperanças e verdades. Catarina representa cada uma de nós, mulheres batalhadoras, independentes que vencem a cada dia no mercado de trabalho, mas que mantém aquela vontade de encontrar uma pessoa especial... Mas a pessoa especial que precisamos encontrar somos nós mesmas!!!

De modo perspicaz, Laura Conrado trouxe na sua escrita uma análise psicológica da mulher nos dias de hoje. A obra funciona como um espelho... Nos identificamos com as diversas situações vividas por Cat, e sabemos que tudo aquilo é de certa forma real!! Nossos medos, inseguranças, estão todos ali, escritos, analisados, e prontos para serem compreendidos por nós mesmos... O livro funcionou como uma autoterapia para mim, como leitora. Em diversos momentos tive problemas com minha mãe (mágoas que guardo desde a infância), compartilho os mesmos medos de relacionamentos, e as mesmas inseguranças profissionais.

Arrependimento, amor recolhido e cachaça. Combinação ordinária! Chorei por tudo junto. Como bêbado chora!


Difícil não tocar os leitores e os incentivarem a partirem numa jornada parecida!!

Acredito ter encontrado o chick-lit que mais retrata minha personalidade, minha própria vida. Uma obra para se ter na estante e devorar sempre que for possível!! Um relato doce e verdadeiro de uma jovem que como nós só busca encontrar a felicidade, mesmo que isso as vezes gere ótimas gargalhadas, e algumas lágrimas!! Afinal, isso é vida!! =)

Pleaseeeee se assim como eu AMA histórias leves, engraçadas e que irá te fazer refletir sobre sua própria vida, então corra até a livraria mais próxima e garanta já seu livro de Freud, me tira dessa! da Novo Século E devore!!!

Não deixem de compartilhar suas experiências com o livro, com a história, a resenha!! Pode se jogar, aqui o espaço é de vocês *-*








Quer ganhar marcadores??? Se você comentou (significativamente) nessa resenha poderá ganhar na Sexta Feira dia 05 de Abril um kit com 15 marcadores sortidos + 1 marcador autografado de Freud, me tira dessa + uma case protetora do livro autografada <3



Serão dois comentadores sortudos rs E o sorteio será feito pelo Random.org... Na sexta iremos tirar print dos comentários, então fiquem atentos à sua ordem... O 1º a comentar será o número 1, o 2º o número dois e assim por diante *--* Comentem, e Boa Sorte <3

Lembrando que comentários “vazios” de conteúdo serão descartados na hora do sorteio =/

A única regra = comentar rs

Um Comentário

  1. Eu descobri esse livro por acidente e fiquei em dúvida sobre comprar por diversas razões.
    Acho que a vida de todo mundo é um tanto conturbada e cheia de solavancos como sugere a história (mas não posso falar muito porque ainda não li).
    Estou em uma situação contrária à de Cat: relacionamento estável e quase nenhum amigo verdadeiro. Justamente por causa de um amigo, muitas amizades minhas ruíram lentamente e percebi que eu dependia enormemente dos meus amigos e isso não me fazia bem, porque eu tentava ser a pessoa que eles queriam ter por perto... Tentava me adaptar a rotina deles, ter gostos semelhantes... E acabei na terapia por esses motivos.
    Acho que foi exatamente por isso que achei a sinopse do livro interessante.
    Como ainda estava em dúvida, busquei uma resenha e agora algumas coisas ficaram mais claras para mim. Decidi que vou comprar sim o livro ^^
    Obrigada pela ótima resenha. ;)

    ResponderExcluir

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...