Eu pensei por inúmeros momentos em como iniciaria essa homenagem às mulheres. Não é fácil discorrer sobre as vitórias e conquistas das grandes guerreiras, e também não é fácil suportar a dor que a data nos traz. Fomos por anos injustiçadas, esquecidas e relegadas a seres inferiores... Ainda somos em algumas sociedades, infelizmente. E precisaram de uma tragédia de grandes proporções para se alterar todo o pensamento ocidental em relação à mulher. Enfim, continuaremos nossa luta nesse mundo ainda deveras machista e sem espaço para nossos ideais.


E por esse motivo, tenho que homenagear a mulher que mais modificou nossa literatura, trouxe uma nova visão da mulher, trouxe uma nova escrita, uma mais profunda, mais perniciosa, mais psicológica...


É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

Clarice Lispector continua sendo A AUTORA!! A diva de nossa literatura. Com diversos romances, contos e crônicas publicadas, Clarice marcou gerações e gerações de mulheres desde Perto do Coração Selvagem (seu primeiro romance publicado) – que eu li com apenas 15 anos de idade na escola, e até hoje um dos meus preferidos.

Conhecendo profundamente a mente humana e a psicologia envolvida nas mais diversas atitudes, Clarice escreveu sobre tudo (e sobre nada). Suas obras envolviam o leitor, o deixavam vagar nos primórdios da filosofia (até questionamentos de Ovo e a Galinha ela já retomou) e encantaram todos que a enfim compreenderam.


Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com seu amante.


Clarice era uma mulher forte, que passou por dificuldades pessoais, emocionais, e conseguiu transpor tudo em sua obra. Clarice se mistura a suas personagens. Tênue linha entre autora/alter-ego é impressionante em seus romances e contos. Suas crônicas levam o leitor a compreender ainda mais suas experiências, sua vida.

Jornalista, romancista, tradutora, uma mulher de diversas facetas. Lispector revolucionou a narrativa brasileira ao trazer essa sua característica mais introspectiva de seus personagens e as epifanias que eles vivenciam em geral devido a um pequeno acontecimento.


E por um instante a vida sadia que levara até agora pareceu-lhe um modo moralmente louco de viver.

Clarice é minha escritora nacional preferida... Suas obras sempre me tocaram, me fizeram pensar, e ainda hoje mantem-se viva em nossos corações.

Se você nunca vagou nas histórias desta escritora talentosa, então confira alguns títulos que indico muitíssimo (todos publicados pela Editora Rocco=)

Títulos Infantis = O mistério do coelho pensante e outros contos
A Vida Íntima de Laura

Para conhecer Clarice, todos deviam ler esses títulos... Os MUST READ da autora

Perto do coração selvagem
Sinopse Oficial = A vida de Joana é contada desde a infância até a idade adulta através de uma fusão temporal entre o presente e o passado. A infância junto ao pai, a mudança para a casa da tia, a ida para o internato, a descoberta da puberdade, o professor ensinando-lhe a viver, o casamento com Otávio. Todos estes fatos passam pela narrativa, mas o que fica em primeiro plano é a geografia interior de Joana. Ela parece estar sempre em busca de uma revelação. Inquieta, analisa instante por instante, entrega-se àquilo que não compreende, sem receio de romper com tudo o que aprendeu e inaugurar-se numa nova vida. Ela se faz muitas perguntas, mas nunca encontra a resposta.



Laços de família
Sinopse Oficial = Coletânea com algumas das obras-primas do conto brasileiro. Nos 13 contos que compõem o livro, os personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. A autora trata a solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona-de-casa ("Devaneio e embriaguez duma rapariga", "Amor", "A imitação da rosa"), do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca ("Feliz aniversário"), da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres ("Preciosidade", "O búfalo"), ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, como o drama do professor de Matemática diante do abandono e da morte de um animal. São lições de vida na prosa definitiva e transcendente de Clarice Lispector.

No momento estou relendo alguns contos deste livro... Devido a um seminário da faculdade estou fazendo uma análise do conto “Amor” *--*

A maçã no escuro
Sinopse Oficial = Seriam os atos do homem, às vezes os mais cruéis, necessários para elevá-lo à condição verdadeiramente humana? Em A maçã no escuro, Clarice Lispector faz crer que sim, transformando o atordoado Martim em um novo homem após ter supostamente assassinado a mulher. Fugindo do crime, Martim acaba descobrindo-se por inteiro, desprezando os antigos valores estabelecidos em sua vida. Sua fuga, em vez de isolá-lo, remonta à criação do homem, de um novo ser surgido do nada. Em vez de julgar os personagens culpados ou inocentes, Clarice Lispector faz deles aprendizes do mundo, onde cada etapa funciona como uma gênese de um ser recém-criado.


A paixão segundo G.H.
Sinopse Oficial = A escultora G.H. nos conta sua experiência vivenciada a partir do instante em que entra no quarto da ex-empregada, vê o surgimento de uma barata no guarda-roupa e a esmaga na porta. Daí em diante, tomada por uma mistura de medo e repulsa, G.H. vive com a barata durante horas e horas a sensação de ter perdido a sua "montagem humana". A incapacidade de dar forma ao que lhe aconteceu, a aceitar este estado de perda, a leva a imaginar que alguém está segurando a sua mão. Desta maneira, o leitor passa a viver junto com a personagem esta experiência singular.


Água viva
Sinopse Oficial = Neste longo texto ficcional em forma de monólogo, Clarice Lispector se confunde com a personagem, uma solitária pintora que se lança em infinitas reflexões sobre o tempo, a vida e a morte, os sonhos e visões, as flores, os estados da alma, a coragem e o medo e, principalmente, a arte da criação, do saber usar as palavras num jogo de sons e silêncios que se combinam. Tudo é revelado através do olhar dessa pintora-narradora, que cai em estado de graça em plena madrugada.




A hora da estrela
Sinopse Oficial = A história da nordestina Macabéa é contada passo a passo por seu autor, o escritor Rodrigo S.M. (um alter-ego de Clarice Lispector), de um modo que os leitores acompanhem o seu processo de criação. À medida que mostra esta alagoana, órfã de pai e mãe, criada por uma tia, desprovida de qualquer encanto, incapaz de comunicar-se com os outros, ele conhece um pouco mais sua própria identidade. A descrição do dia-a-dia de Macabéa na cidade do Rio de Janeiro como datilógrafa, o namoro com Olímpico de Jesus, seu relacionamento com o patrão e com a colega Glória e o encontro final com a cartomante estão sempre acompanhados por convites constantes ao leitor para ver com o autor de que matéria é feita a vida de um ser humano.



Correio feminino
Sinopse Oficial = Seleção de textos extraída de suplementos femininos assinados sob pseudônimos por Clarice Lispector nos jornais Correio da Manhã e O Comício, e como ghost-writer de Ilka Soares no Diário da Noite. Segundo a organizadora Aparecida Nunes, a divisão do livro em cinco blocos "caracteriza o percurso de Clarice no ofício de falar para mulheres em linguagem acessível e sobre assuntos que interessam à natureza feminina". Mostrando-se mobilizada pela questão da emancipação da mulher, a colunista une entretenimento à informação, dá conselhos sobre  beleza, culinária, moda e medicina, e ainda incita mudanças no comportamento das leitoras.  É um retrato de hábitos e tendências da mulher brasileira nas décadas de 1950 e 1960.

"Eu não sou uma profissional. Eu escrevo quando quero. Eu sou amadora" 
Por favor, assistem à essa entrevista concedida por Clarice meses antes de sua morte em Dezembro de 1977.

Nessa entrevista compreendemos mais a capacidade de Clarice e sua personalidade tão presente em suas obras complexas...



Esse texto sobre Clarice Lispector foi apenas para exaltar essa escritora tão fantástica e maravilhosa que influenciou milhares de mulheres. Como símbolo da mulher na literatura brasileira, escolhi fazer essa simples homenagem...

Caso se interesse sobre a vida desta autora maravilhosa, visite o projeto Releituras e conheça a fundo a trajetória desta mulher incrível.

Deixe um comentário

I hope you feel at home when you visit me!!

Please don´t forget to comment on the posts, your opinion is truly important and makes me happy!!

;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...